#cap1 #cap2 #cap3 #cap4 #cap5 #cap6 #cap7
.  
 
03/05/2012
Cespe desenvolve projeto para uso de computador em provas

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) prepara computadores para serem utilizados em provas objetivas de concursos públicos de todo o país. O método que está em desenvolvimento avaliará o candidato de forma dinâmica, por meio da Teoria de Resposta ao Item (TRI). No entanto, o software ainda está sendo aperfeiçoado para melhor atender as demandas em diferentes cidades ou estados e deve ser utilizado já no próximo semestre. As informações foram retiradas do site do Cespe/UnB.

A aplicação do Teste Adaptativo Computadorizado (a sigla em inglês é CAT) desenvolvido pelo Cespe/UnB começou a ser pensado a partir das provas de inglês instrumental realizadas para alunos da Universidade de Brasília (UnB). Em julho de 2010, as primeiras provas elaboradas pelo CAT foram aplicadas. A partir disso, a equipe do Cespe/UnB desenvolve a plataforma tecnológica do software para ser adotada em grandes eventos de seleção.

Segundo o coordenador de tecnologia do Cespe/UnB, Jorge Amorim, o novo programa do CAT disponibiliza o acesso às questões da prova adaptativa somente em computadores cadastrados pelo Cespe/UnB, sistema semelhante ao utilizado por instituições bancárias para clientes acessarem suas contas pela internet.


Como funciona o CAT
 Um algoritmo criado para sequenciar as questões administra o teste conforme as respostas marcadas. Se o candidato acertar a primeira questão, em geral de nível médio de dificuldade, um item que exige maior nível de proficiência, ou seja, mais difícil, será apresentado a ele. No caso de erro, um item de nível mais baixo será apresentado. A estimação interativa da proficiência do respondente, de acordo com a resposta dada a cada questão, permite o ajuste da dificuldade das questões para o mais próximo da proficiência do candidato. As questões são mantidas em um banco de itens do Cespe/UnB.


Quais são as características da aplicação de provas por meio do CAT


 - Como não há prova em papel, não há custos de transporte e impressão;
 


- A participação na prova continua a ser presencial, embora seja possível realizá-la em datas diferenciadas, devido à TRI, que assegura a comparabilidade da proficiência dos candidatos;


 - O cálculo da proficiência é informado ao candidato após o encerramento da prova, o que reduz o cronograma de divulgação dos resultados;


 - A adaptação das questões à proficiência do candidato de acordo com as respostas minimiza as chances de mais de um candidato responder às mesmas questões;


 - Normalmente, o participante chega a responder 50% das questões que responderia em um teste convencional para que o CAT finalize o cálculo de sua proficiência, o que também reduz o tempo da prova.

FONTE: CORREIOWEB

 

18/03/2022
Congresso derruba veto e amplia validade de concursos

12/01/2022
Concurso PMERJ: idade máxima passa para 32 anos

14/04/2011
Bancas organizadoras: confira as suas peculiaridades

 

Nome:
Senha:
 
 
04/12
 

- Excursão p/ Juiz de Fora p/ o concurso do TJ/MG 

- Leva...

07/01
 

- Levamos vc com todo conforto e segurança até o local de sua p...

10/01
 

- Intensivo  focado no concurso de sol...